Conecte-se conosco

Nacional

Brasileiros pobres doam duas vezes mais que ricos

Publicado

Em

Brasileiros com renda de até R$ 10 mil ao ano (pouco mais de mil reais por mês) doam proporcionalmente duas vezes mais que quem recebe R$ 100 mil por ano. É o que apontou a pesquisa Country Giving Report 2017 Brasil realizado pelo YouGov, a pedido da CAF (Fundação de Auxílio de Caridade, na sigla em inglês).

“Em termos de percentual da renda, o brasileiro que ganha menos doa mais, apesar de o valor absoluto ser maior”, diz Paula Fabiani, diretora-presidente do Idis (Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social), representante da CAF no Brasil.

Enquanto a doação típica dos mais pobres ficou em torno de 1,2% de sua renda nos últimos 12 meses (cerca de R$ 100,00), a de quem tem maior poder aquisitivo representou 0,4% da renda anual (aproximadamente R$ 300,00).

De maneira geral, o brasileiro segue solidário, ainda que no ranking mundial o país tenha caído para 75ª posição após alcançar, no ano passado, o 68º lugar, melhor colocação desde 2009

Quase dois terços dos participantes (68%) doaram nos últimos 12 meses, principalmente para igrejas ou organizações religiosas (55%), organizações da sociedade civil (53%) e diretamente para pessoas necessitadas (52%). “Vejo de uma forma muito positiva [os resultados]. Corrobora que existe uma cultura de doação, mas há alguns entraves e espaços para melhorar esse comportamento do brasileiro”, diz Fabiani.

(Fonte: UOL)

Advertisement

Notícias mais lidas

Todos os direitos reservados © 2017 Grupo Pebinha Tudo de Bom Agência de Comunicação & Publicidade CNPJ: 29.001.067/0001-22.