Conecte-se conosco

Pará

GORDO DO AURÁ É ASSASSINADO EM BELÉM

Publicado

Em

 

O vereador Gordo do Aurá (DEM), como era conhecido Deivite Weser Galvão, morreu na tarde desta quinta-feira (21), no Pronto Socorro da 14 de Março, em Belém, após ter sido baleado em uma suposta emboscada.

Após o atentado, “Gordo do Aurá” foi levado ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) submetido a procedimento cirúrgico no braço e no tórax. Apesar do grande número de disparos, apenas três tiros atingiram a vítima, nos braços e nas costas.

O caso aconteceu em frente à Escola Estadual Maroja Neto, na avenida Pedro Miranda, no bairro da Pedreira, em Belém. De acordo com informações de policiais militares, um carro parou ao lado do veículo em que estava Gordo do Aurá e efetuou os disparos. Uma mulher que também estava no veículo também teria sido baleada.

Gordo do Aurá foi eleito vereador, em 2016, por Ananindeua, segundo maior colégio eleitoral do Pará, localizado na Região Metropolitana de Belém. Em setembro de 2018, foi preso por determinação judicial, durante a Operação Cristo Redentor, acusado de liderar a facção criminosa, Comando Vermelho na Região Metropolitana de Belém. (RMB).
Nas eleições do ano passado, Gordo do Aurá foi associado a Márcio Miranda (DEM), mas esteve em outros palanques, especialmente, junto ao presidente da Câmara de Vereadores de Ananindeua e atual presidente da Assembleia Legislativa, Dr. Daniel, proprietário da maternidade Santa Maria, localizada no bairro do PAAR, em Ananindeua e deputado estadual mais votado do Pará com 113.588 votos.

Advertisement

Notícias mais lidas

Todos os direitos reservados © 2017 Grupo Pebinha Tudo de Bom Agência de Comunicação & Publicidade CNPJ: 29.001.067/0001-22.