Conecte-se conosco

Canaã dos Carajás

Vereador de Canaã dos Carajás faz papelão em rede social

Publicado

Em

Gesiel Ribeiro, líder da bancada do PHS em Canaã, comemorou, de forma esdrúxula, a retirada de radares de fiscalização eletrônica no município. Atitude do vereador expõe o que há de pior na política brasileira: o despreparo

Eleito no ano de 2016 com 680 votos em Canaã dos Carajás, Gesiel Ribeiro, líder da bancada do PHS na Câmara Municipal daquele município, protagonizou uma cena, no mínimo, esdrúxula neste sábado (12).

Em uma caminhonete luxuosa, boné de marca e olhando para a câmera do celular enquanto dirigia pelas ruas do município, o parlamentar comemorava, de maneira que o expunha ao ridículo, a retirada de cinco radares de fiscalização eletrônica de avenidas do município. À época de sua implantação, os pardais, como são popularmente conhecidos, foram criticados pela população e por alguns parlamentares. Não consta, no entanto, nenhuma objeção de Gesiel ao sistema de fiscalização.

Pouco mais de um ano depois de estarem em funcionamento, a Prefeitura encerrou o contrato com a empresa prestadora de serviço e afirmou, em nota, que fará a substituição do equipamento por um sistema mais moderno que inclui, também, câmeras de vigilância e uma central de monitoramento. De acordo com a Prefeitura, a atuação dos radares na fiscalização de velocidade dos veículos foi fundamental para a diminuição do número de acidentes nos locais.

Apesar dos números aparentemente positivos divulgados pela Prefeitura Municipal, o vereador demonstra claramente ser contrário às fiscalizações modernas. Seria, então, o parlamentar favorável ao trânsito de veículos em alta velocidade pelas avenidas? O próprio Gesiel utilizará dos cavalos de potência da sua luxuosa caminhonete para ostentar velocidade em Canaã? Não é possível saber.

No entanto, o que se sabe é que a atitude de Gesiel, que incluiu uma comemoração ridícula com foguetes, expõe o pior lado da política no Brasil: o despreparo. O parlamentar comemora uma cidade sem fiscalização quando deveria questionar a ausência dela. Além disso, o vereador do PHS deveria questionar os valores gastos pelo executivo com a implantação dos ‘pardais’, visto que é função do vereador a análise dos gastos públicos.

Gesiel, inclusive, foi candidato a deputado estadual em 2018 e obteve mais de 9 mil votos e é um pretenso candidato ao cargo de chefe do executivo de Canaã. Teria ele maturidade para gerir uma cidade? Tem ele maturidade para ser vereador?

Advertisement

Notícias mais lidas

Todos os direitos reservados © 2017 Grupo Pebinha Tudo de Bom Agência de Comunicação & Publicidade CNPJ: 29.001.067/0001-22.